PREÇO VS QUALIDADE


27 de maio de 2022

O noticiário fala de inflação a todo momento por aqui, afetando diretamente o bolso dos brasileiros com a alta nos preços de produtos e serviços. Com isso, muitas empresas começam a se questionar como lidar com a precificação.

Todo mundo sabe que preço é importante, mas algo que também é notório é que, no longo prazo, a qualidade é o que garante que os clientes permaneçam fiéis à uma marca.

Um comprador focado somente em preço tende a ver tudo como commodity, então, uma alternativa mais viável é tentar educá-lo sobre a importância da qualidade e os diferenciais do produto/serviço – ou na próxima semana, esse cliente vai bater na porta do seu concorrente que oferece um preço mais baixo.

Preço é um componente psicológico forte que pode manipular a tomada de decisão. Existem até estudos que evidenciaram que, quando os consumidores estão incertos quanto à qualidade de um produto/serviço, eles geralmente assumem que o preço mais alto indica um nível mais alto de qualidade (sabemos que isso nem sempre é verdade, né?).

Em um mercado cada vez mais lotado, as empresas têm muitas táticas de preços à disposição de acordo com o objetivo. Pensar em qualidade envolve diversas variáveis, pois a percepção do cliente sobre esse conceito sofre influência nos diferentes momentos do processo de compra.

Ainda assim, podemos dizer que a qualidade é rei! E num cenário econômico mais favorável, os consumidores tendem a preferir a qualidade do que simplesmente o preço mais baixo.

É importante definir seus preços de forma competitiva. Um preço muito baixo ou redução no preço, talvez, aumente as vendas hoje, mas se não for planejado poderá custar caro no futuro.

Cadastre-se e receba nossas novidades!